MEDOS E MEDO…



Talvez o pior sentimento já experimentado ou expressado por nós….


Temos muitos medos. Do que somos, do que pensamos, de como agimos, de como será o amanhã, de como foi o ontem.
Medo de ter apenas a filosofia e não os sentidos…De somente pensar…Mas não compreender…
Medo de ter desejos…Mas não ambições…


Temos medo da morte, do desconhecido, do imaginário. Mas também temos medo das verdades, dos presságios, dos sonhos que ainda não se realizaram, das coisas que idealizamos, dos nãos que a vida poderá nos dar, dos rótulos muitas vezes impostos sem nosso concetimento.


Temos medo da vida ou de viver?


Da morte em si ou de como vamos morrer?


Temos medo de ter medo ou do medo?


Medo de amar ou medo do amor?
Temos medo do confuso, da confissão,do abandono e do excesso…
Medo da falta de ideias ou do seu extremo oposto….
São medos reais ou imaginários???


Que sentimento tolo é este que nos corroem por dentro, nos cega, nos paralisa, nos mata….


Será que de uma maneira ou outra nossos medos aumentam com a intensidade do perigo, do desconhecido,e ao mesmo tempo se diminuem com nossa capacidade de o evitar???


Entretanto fazer o que nos assusta de uma forma ou outra nos tornaria mais fortes e mais adaptáveis ao mundo que vivemos e aos medos que criamos???


O pior disso tudo é que de tanto medo de correr riscos passamos a não querer correr os que advêm das nossas próprias decisões. E pior ainda…Temos tanto medo das consequências de uma decisão normalmente importante ou até decisiva na nossa vida que preferimos nem se quer tentar fazer nada. E assim as vezes tentamos outras não, quase como se não fosse nada conosco, desistindo a primeira oportunidade…


Como somos fracos se nos deixarmos ser absorvido por nossos medos….


Como somos tolos….Tentamos evitar o medo de falhar, se tratando então de um subterfúgio….Não falhei….Apenas nem tentei!!
Fácil nem tentar, pois aí não sofreremos com uma desilusão….Mas o mais difícil não é viver com os medos….E porque viver com eles???
Por que deixar este sentimento tão corrosivo e degradante invadir nosso espaço, nosso espírito???
Mas que sente esses medos ???
Sente medo quem tem medo do que é…
Sente medo quem não conhece a própria força…
Sente medo que não ama o amor….Quem finge ser quem não é…
Sente medo os que não confiam no processo da vida…Quem sempre buscam explicações….
Sente medo quem não sabe que quando não procuramos explicações tudo fica claro…
Sente medo quem não olha o céu…Não deita na grama e nem abraça uma árvore….
Sente medo quem não vê a beleza das rosas mesmo com seus espinhos…
Quem não canta…Não sonha…


E agora faremos o que????


Amontoaremos todos os medos, de modo que cada um seja uma pedra erguendo lentamente uma pirâmide de segredos, para que ninguém saiba de nossas fraquezas,pois isto nos impediria de ver a realidade que nos cerca…


E assim quando estiver totalmente erguida, subiremos nela , com calos nas mãos….Mas com a certeza de ter transformado cada medo em degrau para subirmos …Vencermos…Vivermos…E enfim Amarmos…..

Juliana Peloggia
Anúncios

2 pensamentos sobre “MEDOS E MEDO…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s