PEQUENOS ESCRITOS DO TEMPO

Quantos momentos transformados em eternidade
Quantos olhares congelados no tempo
Quanto medo
Quanta dúvida


E hoje…
Quanta saudade
Quantas lembranças
Quanta ansiedade
E ainda esperança


Quantos anos se passaram
Quantas noites você veio
E quantas não veio


Quantos sonhos
Era cedo
Quanto arrependimento
É tarde


Juliana Peloggia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s